sexta-feira, 25 de maio de 2012

Bonito: a chegada

Essa viagem foi muito especial para mim por dois motivos: tinha muita vontade de conhecer Bonito e foi minha primeira viagem solo.

Saí do Rio bem cedo na quarta (03/11) num vôo rumo a Campo Grande com escala em Curitiba. Quando cheguei a Campo Grande, nada de mala... mas o pessoal do aeroporto depois de um tempinho achou (ufa!). Logo no aeroporto peguei uns panfletos de turismo de Bonito e CG (infelizmente acabei nem conhecendo a cidade). Do aeroporto parti direto para a rodoviária com esperança de pegar o ônibus de 11h. Não adiantou muito, perdi o ônibus e fiquei na rodoviária esperando até 15:30. Infelizmente não havia jornaleiro na rodô, então passei dormindo a maior parte do tempo. Na outra parte, além de conversar com um pessoal por lá, visitei a loja da Hosteling Internacional onde troquei um bom papo com o atendente. E aí o ônibus chegou! Até que era confortável apesar do cheiro de azedo que melhorou muito depois que a viagem começou- e pasmem, tinha ar-condicionado. Uma dica: não durma no começo da viagem porque o cobrador vai te acordar várias vezes para conferir a passagem. O caminho estava em ótimas condições (pelo menos até chegar a mais ou menos 60Km de Bonito, onde se muda de estrada) mas a viagem durou cerca de 5h30 por conta das inúmeras paradas tanto nas cidades quanto no meio da estrada.



Bizarro esse “taxi” que vi numa cidade no caminho, não é?

Chegando a Bonito me deparei com uma rodô pequena (a de CG tb não é muito grande) que assim como a de CG contava com banheiro de graça. Lá, perguntei pelo pessoal do hostel que sempre recepciona a galera. Infelizmente, a van tinha acabado de sair e só me restou esperar. O cara do guichê da cruzeiro do sul até tentou ligar para lá, mas ele estava sem linha telefônica. Então, eu mesma liguei e o cara do hostel foi de boa me buscar.
Já no Hostel depois de fazer o check in, fui apresentada as minhas companheiras de quarto (3 moças bacanas de São Paulo), tomei um banho muito necessitado e saí com uma delas e um carioca-quase-bonitense para comer uma pizza na pizzaria Vênus (mto boa mesmo!) que fica na praça.

Fotos do Hostel pela manhã:

2 comentários:

  1. Até em locais pequenos podemos descobrir grandes prazeres. abrços

    ResponderExcluir
  2. Este é um lugar que desejo conhecer.

    ResponderExcluir